Esse foi o meu primeiro Festivale! Participei como Oficineira de Mídia Tática, junto com o pessoal de Video, Web e Animação de Redes que se encontrou durante a semana na Escola Antonieta. Cheguei em Jequitinhonha meio desorientada, sabe? De repente, a gente estava em uma cidade nova, cheia de gente de muitas outras cidades - e com muitas, muitas ladeiras. Eu não tinha nem ideia de como ia ser minha turma, se os meninos iam gostar do tema da oficina, se a gente ia conseguir interagir com a cidade e com os outros participantes do Festival!

 

Bom, eu tive ótimas surpresas em todos os sentidos! A oficina de Mídia Tática foi uma delícia, conheci pessoas incríveis e muito competentes de várias cidades diferentes (Itaobim, Pedra Azul, Franciscópolis, Medina, Ponto dos Volantes, etc etc etc), aprendi muito sobre o Vale do Jequitinhonha, me diverti bastante com as atrações do palco e da barraca do Festivale - e até ganhei uma Caixa de Folia! Voltei pra casa achando que o Festivale é mesmo um evento super importante. Primeiro, porque o Vale é uma região muito especial e essa cultura toda tem que ser valorizada. Segundo, porque o Festival é um super espaço de troca e aprendizado: nunca vi tanta gente interessada junta!

 

E vocês? O que fizeram no Festivale?? O que acharam?? Nos vemos no ano que vem, em Itaobim???

Exibições: 72

Responder esta

Respostas a este tópico

E aí Carol... Também amei tudo que presenciei em Jequitinhonha, principalmente, as pessoas que convivi neste pouco tempo... Deixaram saudades...

Bem, eu participei, juntamente com dez jovens, da oficina de Animação de Redes, cujos orientadores foram as pessoas maravilhosas, Bruno e Drica. Na oficina, elaboramos um projeto com os objetivos e ações, onde ficaram estabelecidas as tarefas para mantermos a rede em constante movimento...

Sempre procurei estar presente nos movimentos culturais efestividades que aconteciam na cidade...Foi muito legal, cresci bastante... Ano que vem quero ir em Itaobim também...

 

Eiii Carol...amei sua colocação sobre o FESTIVALE e vc é uma pessoa incrível...e com certeza nos veremos ano que vem em Itaobim...e realmente o FESTIVALE é encantador...esse ano foi o segundo em que participo...

Quando estamos no FESTIVALE...perdemos a hora...os dias da semana...as datas...são tantas cores...tanta cultura...tanta diversão...trabalho...tanta gente...tantos estilos...eu só poderia ser muito apaixonada pelo VALE...

Amo demais os grupos de cultura popular...

Ir ao FESTIVALE para mim é entregar completamente ao movimento cultural...aproveitar o máximo tudo...e mesmo não sendo do VALE...me identifico muito com o VALE DO JEQUI...aprendo demais com as pessoas, com o FESTIVALE...os shows são uma aula de cultura...as músicas dos corais...a folia de reis...e o boi de janeiro "amo demais", fiquei encantada com a história de repartir o boi...rsrs...a dança das espadas...o grupo de batuque..."já estou quase aprendendo a dançar como as mulheres do VALE" rsrs

É tanta gente...de tantos lugares...todo mundo interagindo e aprendendo juntos...

Ir ao FESTIVALE é uma emoção que não consiguiria descrever...é isso que disse e muito mais...

Também é a primeira vez que participo do Festivale. Estava na oficina de animação de redes que foi incrível. Adorei conhecer a galera da oficina de imagens que são pessoas maravilhosas, especialmente Drica e Bruno, nossos oficineiros. Sem esquecer do pessoal que conheci e os amigos que fiz.

O Festivale vem trazendo além da cultura a troca de esperiências entre as pessoas e as cidades. É um evento muito importante e muito enriquecedor que nos faz interagir cada vez mais com as manifestações de nossa região.

Espero no ano que vem está presente no 30º Festivale para me encantar mais uma vez. Itaobim me aguarde!

Olá Carol...

Eu adoro FESTIVALE, é minha 3° participação, então minha resposta é suspeita, mas mesmo assim quero deixar meu comentário. A cidade de Jequitinhonha já é agraciada com a beleza natural das águas do Jequitinhonha que deixa a fertilidade por onde passa tornando verde, rico, dando vida o nosso sertão. As oficinas estavam muito legais, principalmente a da capacitação dos jovens da REDE de Jovens Comunicadores do Semiárido os quais serão os novos coordenadores da mesma. Os shows, a barraca FESTIVALE, a Feira de Artesanato e muitas outras atrações estavam ótimos, principalmente para rever os amigos.

 Ano que vem tem mais agora na cidade de Itaobim.

O festivale teve seus pontos bons e ruins...assim como todo evento de grande porte...Mas é importante sempre resaltar...o aumento na participação de jovens...num evento de carater CULTURAL como foi o 29º Festivale...Esse foi o meu 8º ano de Festivale...e adorei muito a MIDIA TATICA (A miozinha q ta tendo)....nos vemos no proximo em Itaobim...se Deus nos permiti....

Esse foi o meu 4º FESTIVALE! Não me canso de participar dessa festa... Acho as pessoas do Vale incríveis!É como a Carol falou, muita gente interessada! E isso dá muito prazer de ver e fazer parte! Adorei os shows, a barraca FESTIVALE, a feira de artesanato, as intervenções e a oficina de jovens animadores. Fiquei muito contente de conhecer novas pessoas e adorei trabalhar com os jovens de Franciscópolis, Pedra Azul, Jequitinhonha e Padre Paraíso. Vocês são demais!

Oi Carol! Eu amei as oficinas! pena que participei apenas no turno matutino. fui apenas dois dias na praça de eventos ver os shows. Porque estava trabalhando, mas pelo que participei posso dizer que gostei muito! e tb  gostei muito de ter conhecido vc.

olá carol

Muito bom FESTIVALE, esse já é o 3º ano que eu participo e cada vez gosto mais. queria muito poder fazer oficina por conta do trabalho eu não tive condição de fazer.

Mais ressaltando aqui em alguns site que eu li umas matérias sobre Festivale todo estava destacando as oficina de áudio visual e técnica sicense que foi as melhores. queria muito ter participado.

Tudo de bom o FESTIVALE.

Vamos combinar q deixou muitooooo a desejar... eu esperava mais de Jequitinhonha, principalmente a participação do povo d lá... Mas olhando pelo lado bom: revi meus amigos, conheci gente nova, ri muitooooooo, fiz uma oficina maravilhosa, curti d+ Carlos Farias, Araras Grandes, Dani Morais, Tau Brasil e Biló... Então, quem se importa com a chuva, as ladeiras ou a comida ruim??? E um apelo: Festivale sem Tambolelê, Pereira da Viola e Rubinho do Vale: NUNCA MAIS!!!

Eu sou meio suspeito para falar do FESTIVALE, uma vez que eu cresci dentro dele.....rsrsrs

Indepedente de qualquer contra-tempo que tenha acontecido, acredito o FESTIVALE seja a celebração maior da Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha, é este não foi diferente.

A Alegria, o entusiasmo da galera, a barraca, as atrações, a cada encontro nos lembra o quanto somos privilegiados em morar nesta região!

Acredito que como qualquer evento, sempre dar melhorar!!

Espero rever todos em Itaobim em 2012!!

e difícil falar do FESTIVALE. Por Que creio eu que a organização tentou fazer o melhor, mais nada sai perfeito.

para um evento que não iria nem acontecer foi maravilhoso.

Alana Dias Goncalves disse:

Vamos combinar q deixou muitooooo a desejar... eu esperava mais de Jequitinhonha, principalmente a participação do povo d lá... Mas olhando pelo lado bom: revi meus amigos, conheci gente nova, ri muitooooooo, fiz uma oficina maravilhosa, curti d+ Carlos Farias, Araras Grandes, Dani Morais, Tau Brasil e Biló... Então, quem se importa com a chuva, as ladeiras ou a comida ruim??? E um apelo: Festivale sem Tambolelê, Pereira da Viola e Rubinho do Vale: NUNCA MAIS!!!
oi prisesa, eu amei o festivale apesarde de algumas melhoras que poderia faser,o festivale foi maravilhoso

Responder à discussão

RSS

Este deve ser um espaço de interação e troca de experiências entre os participantes da Rede de Jovens Comunicadores do Semi-árido Mineiro.

© 2019   Criado por Oficina de Imagens.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço