Dia Nacional do Livro Infantil na Biblioteca Pública Municipal José Rodrigues Gomes

18 de abril, celebra-se o Dia Nacional do Livro Infantil e a Biblioteca Pública Municipal José Rodrigues Gomes, que funciona integrada ao Espaço Cultural de Franciscópolis, comemorou esta data acompanhada de visitas ilustres.

No período da manhã, os visitantes foram a turma do 3º ano da Escola Municipal Vicente Macedo, acompanhados da professora regente Maria Henriqueta Abrantes e da professora Sandriane Gomes. No período da tarde, a visita foi da turma do 5º ano, acompanhados pela professora regente Marinete Alves e das professoras Neide e Fátima Macedo.

Ao chegarem na biblioteca os estudantes foram recebidos com alegria e animação. Um repertório de cantigas de roda, com coreografias divertidas que fizeram todas as crianças interagirem. Acompanhe um pequeno trecho de uma das músicas: “E tá caindo fulô e tá caindo fulô. E tá caindo fulô e tá caindo fulô. Lá do céu, lá da terra, ôôh, e tá caindo fulô”.

“As cantigas fazem um resgate das tradições culturais regionais e também remetem as nossas raízes que, na maioria das vezes, relacionam-se com o meio rural, principalmente, quanto ao uso da variedade linguística”, afirma Marinete Alves.

Contudo, o momento mais esperado foi a contação de histórias. Esta atividade foi realizada em parceria com alguns estudantes do Magistério da Escola Estadual Maria da Silva Rocha, que são: Deildo Macedo, Monique Bento e Michele Ribeiro.

As histórias contadas e ilustradas com desenhos foram “João Boboca ou João Sabido” e “Quem é o Centro do Mundo?”. Notou-se o envolvimento das crianças com as histórias, a curiosidade nos momentos de suspense e a criatividade ao interpretar e responder aos questionamentos dos contadores.

Os estudantes puderam também conhecer todo o acervo da biblioteca, especialmente, as obras infanto-juvenis e, a grande maioria, levaram livros emprestados para casa.

“Vale ressaltar que este trabalho de aproximar todos os públicos da literatura, principalmente, crianças, adolescentes e jovens, precisa ser uma atividade constante, ou seja, não somente nas datas comemorativas. Além das próprias ações de incentivo à leitura e a criação literária da Biblioteca Pública, conjuntamente, com o Espaço Cultural, é necessário também, que, as escolas e os educadores contribuam com a divulgação, participação e colaboração com os diversos projetos que poderão ser concretizados neste espaço”, afirma Neltinha Oliveira dos Santos, integrante da equipe de trabalho do Espaço Cultural.

Exibições: 103

Responder esta

Respostas a este tópico

Galeraaaaa...Venham conhecer o Espaço Cultural e a Biblioteca Pública...Faça-nos uma visitinhaaa....

Responder à discussão

RSS

Este deve ser um espaço de interação e troca de experiências entre os participantes da Rede de Jovens Comunicadores do Semi-árido Mineiro.

© 2017   Criado por Oficina de Imagens.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço